Home     Quem Somos     Parceiros     Colabore




Alternativas à austeridade orçamental em Espanha
12 September 2010

[Paper] “Alternatives to Fiscal Austerity in Spain”

[Autores] Mark Weisbrot and Juan Montecino
[Publicação] CEPR, Julho 2010

[Classificação JEL]

[Palavras Chave]

(Newsletter nº143 | 13 SET | 2010)

E se em vez de austeridade orçamental Espanha conseguisse adoptar uma política de expansão. Os economistas do CEPR dizem que este deveria ser a política a adoptar e simulam a extensão de um estímulo orçamental de cerca de 4% do PIB nos próximos dois anos. Num primeiro cenário o BCE comprava dívida pública neste montante. No outro a Espanha iria ao mercado. A intervenção do BCE teria o menor impacto no “stock” de dívida pública. Em ambos os casos o risco de que a contracção económica seria bem menor que o actual.

[Artigo] A causa dos actuais problemas espanhóis está no rebentar da bolha imobiliária e não numa má gestão orçamental anterior à crise. A queda no mercado de capitais também deu um contributo significativo. Neste contexto os autores apresentam cenários alternativos à actual política de austeridade orçamental, apostando na continuação do estímulo orçamental de 3,9% do PIB nos próximos dois anos.

[Abordagem] O artigo analisa as políticas de austeridade adoptadas em Espanha e os efeitos que estas podem ter em termos de crescimento, emprego e sustentabilidade orçamental. Apresentam estimativas para políticas alternativas baseadas numa expansão orçamental moderada.

[Conclusões] Para os autores “políticas contra cíclicas razoáveis evitariam muitos dos custos sociais e económicos da perda de PIB e do elevado desemprego que a Espanha enfrenta neste momento”.

[Comentário] O debate sobre a importância da austeridade orçamental está ao rubro. Na semana passada nas páginas do Financial Times que promoveu um fórum sobre o assunto defrontaram-se pesos pesados como Ben Bernanke e Jean Claude-Trichet. Este artigo vem acrescentar ao debate olhando para Espanha uma das economias mais afectada em termos de mercado de trabalho.

— e.conomia.info

---

Envie o seu comentário

*
* (não será publicado)
*
  * campos de preenchimento obrigatório